Mensagem aos meus leitores

Este bolg foi concebido com o intuito de proporcionar aos meus leitores a informação necessária para que possam viver a vida de uma forma mais saudável.
Aqui encontrarão a propriedades físicas de muitos elementos vegetais que podem ser utilizados no dia a dia como infusões, como plastradas, como alimento, ou mesmo como condimento.
As suas inúmeras utilizações, proporcionam mais ou menos facilidade em torna-las parte do nosso quotidiano.
Espero que aprovei-te ao máximo e que este blog lhe seja útil.

terça-feira, 3 de Junho de 2008

Perpétua-Roxa



O QUE É?

A perpétua-roxa pertence ã família das Amarantáceas e é originária das regiões tropicais. De todas as espécies, a G globosa é a mais apreciada e cultivada, devido às suas elegantes inflorescências globosas. Trata-se de uma planta anual, que possui caules longos, erectos, compostos por folhas ver­des, ovais e opostas. As flores encontram-se dispostas em capítulos terminais globosos, que podem ter várias tonali­dades: brancas, amarelas, carmesins, cor-de-rosa e purpú­reas (esta é a mais comum).

COMO SE CULTIVA?

As perpétua-roxa crescem espontaneamente em Portugal, em terrenos baldi­os, em searas e nas beiras dos caminhos. Também as pode cultivar no seu jar­dim ou quintal. Semeie-as na Primavera, num solo bem arejado e exposto ao sol. Verá como os seus globos floridos irão dar um toque de vivacidade ao jardim.

COMO SE CONSERVA?

Se colocar as perpétua-roxa numa jarra com água, aguentam-se frescas durante muito tempo. Secas, chegam a durar vários anos. Para proceder à sua secagem, utilize o seguinte método: faça pequenos ramos, ate-os e pendure-os num local arejado e de temperatura moderada, até secarem completamente.

UTILIZE EM...

Como aplicação medicinal, devido às suas propriedades béquicas, as infusões de perpétua-roxa estão indicadas para aliviar a tosse, o catarro e a rouquidão. Certos profissionais que discursam constantemente em público, esforçando a voz - como são o caso dos actores de teatro, oradores, conferencistas, cantores, etc. - Utilizam o chá de perpétua-roxa para «limpar» e «aclarar» a voz. Secas ou frescas, estas plantas ficam extremamente bonitas em arranjos florais cam­pestres. As originais inflorescências globosas, depois de secas, dão um toque diferente aos seus pot-pourris.

CURIOSO!

Antigamente, as perpétua-roxa eram muito utilizadas como elemento decorativo das igrejas. Isto porque mantém a sua beleza e fragrância por muito tempo.

3 comentários:

guceviol disse...

achei este blog muito esclarecedor obrigada

Anónimo disse...

parabéns foi muito utílpara mim este blog valeu !!

Anónimo disse...

parabéns foi muito utíl para mim este blog valeu !!

Comentários Recentes

Site Meter